Isso é tão retrô! - Moda e Casamento nos anos 60

Os anos 60 já estão muito longe de nós. Uma pessoa que nasceu em 1961 vai completar em 2021 nada menos que 60 anos! Parece que foi ontem, mas já faz bastante tempo.

Essa década icônica, que trouxe minissaia, futurismo, calça jeans pra todo mundo e tecnologia em meia calça ainda inspira muita gente até hoje.

Pic: Google



A moda finalmente passou a se concentrar nos mais jovens, parcela essa da população que vinha crescendo com força, já que no período pós guerra a taxa de natalidade explodiu no mundo todo. As roupas eram mais irreverentes, com cortes e estampas geométricas, estruturadas, meia calça cintilante, saias curtas e muita cor. Com isso, a alta costura começou a entrar em declínio, já que a moda se tornava acessível a todas as as classes.

Os anos 60 trouxeram mais liberdade, tanto no vestir, como no viver. Os costumes estavam mudando, a tecnologia avançava com a tv, as bandas de rock e os filmes de Audrey Hepburn e Brigitte Bardot.



Pic: Google



Os anos 60 foram marcados pela irreverência em roupas e sapatos coloridos para casamento ou dia a dia.


Quer casar comigo, brotinho?


Namorar, noivar e casar. Nessa época de emancipação feminina, o namoro ainda tinha a inspeção total da família, que, buscando manter as tradições e não se deixar levar pela onda do comportamento moderno e mais expansivo da sociedade, ainda lutavam em manter a honra e os costumes conservadores, principalmente no que dizia respeito às suas filhas.

Geralmente os casais eram apresentados por amigos ou em bailes de matiné, e o máximo era dançar um pouco abraçadinho e pegar na mão.

Os casamentos eram organizados e as funções eram colocadas em prática pelos membros da família, geralmente da noiva. A assessoria de casamentos ainda não era um forte costume, então todo mundo tinha que trabalhar, mães, tias, avós na cozinha, o vestido era feito na costureira e salvo algumas lojas de vestido de noiva, tudo era feito de maneira mais simples, menos pomposa que hoje em dia. Mas simples não significa ser simplório, jamais.

Vestido curto, manga bufante e sapato boneca no casamento da atriz Sharon Tate (Pic: Google).


Os sapatos


Sapato Boneca com salto baixo ou sem salto - de 1960 até os dias atuais (Pic: Google)


O sapato boneca, bonequinha, retrô, pump, ou Mary Jane foi a cara dos anos 60. Ele estava presente em absolutamente todos os momentos da vida das mulheres. Seja na escola, trabalho, lazer e principalmente, claro, no casamento. Os sapatos baixos ganharam grande destaque nessa época e não eram apenas um sapato. Com as roupas cada vez mais coloridas e as saias cada vez mais curtas, muitas vezes os sapatos se tornavam protagonistas de todo o look.




O modelo boneca tem todo um estilo de sapato para casamento, seja a noiva mais moderna ou retrô.

Por ser um um modelo confortável e romântico, ele é queridinho para usar com todo tipo de vestido de noiva, podendo ser curto ou comprido. Ele é atemporal, chique, despojado, moderno, tradicional e merece seu coração (e seus pés, obviamente).

Por ter um ar vintage, fica maravilhoso se usado com um vestido estilo sereia, um pouco mais curto na frente, assim deixando o sapato aparente. Para as que amam um estilo retrô ou pinup, ele também é sempre bem vindo para usar com um vestido de noiva midi rodado e com bastante tule.




A Sugoi Shoes lançou o modelo Doll, um sapato boneca para noivas, de salto de 4.5 cm, confortável, acolchoado e pensado com afeto nas noivas, das mais modernas as antiguinhas.


Sapatos Personalizados para casamento da Sugoi Shoes - Totalmente pintados à mão.


Independente do modelo escolhido para seu casamento, lembre-se de que não é apenas um estilo a ser seguido, o conforto e sua personalidade devem estar em primeiro lugar, sempre.

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo